Nº71 JULHO 2016

Maxillaris Espanha assinala a sua edição 200 com uma grande Festa Solidária, em Madrid

  • 08 de Jul, 2016

A Maxillaris atingiu a sua edição 200 em Espanha, um número especial por tudo o que representa relativamente ao seu percurso. Para celebrá-lo, no passado dia 23 de junho realizou-se na sede do COEM, em Madrid, uma Festa Solidária que teve por objetivo partilhar o sucesso da revista com aqueles que menos têm. Toda a recaudação da festa destinou-se aos projetos humanitários de três ONG es­panholas: Caminos Solidarios, que tem iniciativas educativas e sanitárias na Gâmbia; Zerca y Lejos, que atua em diferentes pontos de África e América do Sul, e Médicos del Mundo, que desenvolve um importante trabalho de acolhimento e assistência aos refugiados que atravessam o Me­diterrâneo com destino à Europa.

A festa propriamente dita decorreu num ambiente aprazível em que os dese­jos da noite de São João serviram de fio condutor. O solstício de verão celebra-se em muitos pontos da Península Ibérica como uma noite mágica, pelo que esta foi uma excelente ocasião para celebrar o presente e formular os votos para o futuro.

Desejos partilhados

Neste sentido, Miguel Ángel Cañizares, diretor da Maxillaris, tomou a palavra para recordar o caminho percorrido pela revista até alcançar os 200 números. Acompanhado pela apresentadora do ato, Paloma Fernández, enumerou o alcance das edições em Espanha e Portugal – onde também já se publica há 11 anos –, as diferentes iniciativas multimédia, as nove edições do Anuário de Implantes Dentários, ou a grande aceitação que a Maxillaris regista diariamente nas redes sociais, assim como as suas diferentes páginas web. Ano após ano, a editoria Cyan Editores tem vindo a desenvolver ferramentas de grande utilidade para os profissionais do setor dentário, o que permitiu que a Maxillaris seja hoje uma referência da comunicação global. No que respeita ao futuro, Mi­guel Ángel Cañizares ex­pressou a motivação da equi­pa da Maxillaris para con­­­tinuar a informar e transmitir co­nhecimento cien­tífico ao se­tor, desenvolvendo novas vias de comunicação, mas também de­fen­den­do o protagonismo da pu­blicação em pa­pel, que continuará a ter um lugar de destaque.

Em seguida interveio o presidente do COEM, Antonio Montero, que, para além de felicitar a Maxillaris, manifestou o seu desejo de que a Medicina Dentária se mantenha na linha da qualidade e do rigor científicos, superando assim muitos dos problemas que hoje enfrenta, tais como a publicidade enganosa, o mercantilismo ou a plétora profissional.

A Medicina Dentária passou por muitas etapas nos últimos 20 anos e, em paralelo ao seu progresso, a Maxillaris foi-se adaptando aos novos tempos. Para explicar esta evolução subiram ao palco os administradores da publicação, Marisol Martín e José Antonio Moyano, que recordaram alguns momentos dos seus mais de 30 anos de experiência no setor dentário. Neste contexto, dedicaram os 200 números da revista aos profissionais que a recebem mensalmente nas suas clínicas ou domicílios; à indústria, cujo apoio foi decisivo para chegar até aqui; às instituções da profissão e a toda a equipa que faz parte da Maxillaris.

Como não podia deixar de ser, numa festa com vocação solidária os verdadeiros protagonistas do serão foram as três ONG às quais se destinaram os fundos angariados. Os representantes de Caminos Solidarios, Zerca y Lejos e Médicos del Mundo tiveram a oportunidade de descrever brevemente os seus projetos e de agradecer à Maxillaris a sua vontade de cooperação e ajuda aos mais necessitados. A Festa Solidária foi um ato especial em si mesmo, embora mês após mês a Maxillaris doe parte dos ingressos de publicidade para fins solidários.

Momentos de diversão

A celebração do número 200 contou com um espaço de diversão, para o qual contribuiu a actuação especial de Leo Harlem. Com o seu monólogo de mais de uma ho­ra de duração, este popular humorista espanhol arrancou as gargalhadas dos assistentes que praticamente encheram por completo o auditório do COEM.

Com um sorriso no rosto, após a atuação de Leo Harlem todos os membros da equipa da Maxillaris Espa­nha, assim como os membros da comissão científica, subiram ao palco para soprar as velas de um bolo comemorativo do número 200. Para completar a festa, seguidamente todos os participantes foram convidados para um cocktail oferecido por uma empresa de integração social, que foi animado pela música do conhecido Dj ma­drileno Álex Bueno.

Durante o cocktail, os representantes das três ONG tiveram o seu próprio espaço para oferecer informação sobre os seus projetos, vender produtos elaborados pelas comunidades em que trabalham e distribuir os bilhetes das rifas solidárias (dentária e não dentária), que se puderam levar a cabo graças ao contributo de diferentes empresas do setor. Na rifa dentária sortea­ram-se produtos da Henry Schein (duas licenças Gesden), Bien-Air (uma peça de mão Diamline 1:1) e EMS (um Endo Master e dois Deep Blue), ao passo que na não dentária distribuiram-se as ofertas da Proclinic (três iPad Mini) e La Tienda del Dentista (quatro malas). Além disso, sorteou-se mais um iPad Mini (cortesia também da Proclinic) com as entradas da festa.

Uma gala deste tipo não teria sido possível sem a ajuda das empresas do setor. Neste sentido, participaram como patrocinadoras as firmas Procoven, BioHorizons, Henry Schein, Casa Schmidt, Bien-Air, EMS e Proclinic, assim como a Sociedade Espanhola de Prótese Estomatológica e Estética (SEPES). A todas estas agradecemos a colaboração nesta iniciativa. Extendemos este agradecimento a outras entidades e empresas que colaboraram de diversos modos: Consejo General de Dentistas, Colégio de Dentistas da I Região, Sociedade Espanhola de Periodontia e Osteointegración (SEPA), Sociedade Espanhola de Implantes (SEI), Sociedade Espanhola de Laser Odontológico (SELO), Colégio de Protésicos da Comunidade de Madrid, Colégio de Higienistas Dentários de Madrid, Neodent, BTI, La Tienda del Dentista, Grupo Amas, When & Where e 100 Gaviotas.

Si quieres compartir...