Nº82 SETEMBRO 2017

EFP já prepara a segunda edição do Dia Europeu da Saúde Periodontal

  • Filippo Graziani, coordenador da primeira edição do Dia Europeu da Saúde Periodontal, que se estreou em maio sob a égide da EFP.
  • 06 de Oct, 2017

A Federação Europeia de Periodontologia (EFP, na sigla em inglês) já está a preparar a próxima edição do Dia Europeu da Saúde Periodontal, que se voltará a assinalar no dia 12 de maio de 2018. Após a bem sucedida estreia desta efeméride no passado mês de maio, a EFP delegou no médico dentista francês Xavier Struillou a missão de coordenar as celebrações do próximo ano.

A primeira edição do Dia Europeu da Saúde Periodontal contou com a participação de 27 associações ou sociedades científicas europeias que fazem parte da EFP, incluindo a Sociedade Portuguesa de Periodontologia e Implantes (SPPI), que se juntou a esta iniciativa através da organização de conferências, rastreios e outras ações com o propósito de sensibilizar a opinião pública em relação à im­portância de manter as gengivas saudáveis ao longo da vida.

As ações que foram levadas a cabo pela SPPI decorreram em Lisboa, Porto e Coimbra e en­volveram cerca de 40 voluntários.

O médico dentista italiano Filippo Graziani, que coordenou a inédita celebração europeia sob a égide da EFP, fez um balanço muito positivo da mobilização e do alcance da campanha de sensibilização para a saúde periodontal, destacando o contributo do médico dentista espanhol Juan Blanco Ca­rrión, ex-presidente da EFP, “para o lançamento desta comemoração que já é unanimemente considerada in­dispensável no calendário internacional do setor dentário”.

Filippo Graziani, que agradece a todos os países membros da EFP que se associaram à campanha deste ano, considera que os profissionais de periodontologia de toda a Europa certamente beneficiarão do au­mento da sensibilização para a saúde pe­riodontal e os riscos das doenças do foro gengival. “Cada pessoa adicional que fizer um check-up quando se aperceber que as suas gengivas sangram, já se pode considerar uma vitória; cada encarregado de educação que agora pedir aos seus educandos para limparem pacientemente todas as zonas gengivais pelo menos duas vezes por dia, será um verdadeiro sucesso; cada clínico que a partir de agora explicar ao seu paciente como a periodontite pode provocar dibates ou ter influência nesta doença, poderá fazer toda a diferença”, conclui o coordenador cessante do Dia Europeu da Saúde Peridontal.

Si quieres compartir...